Havan quer investir R$ 300 milhões em 2017

Loja da Havan em Rio Verde (Foto: Divulgação)
Loja da Havan em Rio Verde (Foto: Divulgação)

Otimista com a retomada do crescimento econômico do País, a rede varejista planeja investir R$ 300 milhões e gerar 2.500 empregos no próximo ano

 

A Havan, maior rede de lojas de departamentos do Brasil, anunciou que retomará em 2017 seu plano de expansão, prevendo a abertura de pelo menos 10 megalojas em seis estados brasileiros, com investimentos de R$ 300 milhões e geração de 2.500 novos postos de trabalho.

A empresa deverá ter, até o fim do ano, 104 lojas em 15 estados, cumprindo, então, sua meta da centésima filial, o que deverá ocorrer quando a rede inaugurar sua primeira unidade no Estado do Acre, na capital Rio Branco.

O diretor-presidente da Havan, Luciano Hang, está otimista com a retomada do crescimento, já que as vendas de outubro cresceram 15% em relação ao mesmo período de 2015.

Ele afirma que o plano de expansão prioriza a continuidade dos projetos que já haviam sido lançados mas, devido à retração da economia e à instabilidade política do País, tiveram que ser adiados.

As primeiras inaugurações em 2017 serão as de Foz do Iguaçu/PR (a segunda loja da Havan naquela cidade, como âncora do Shopping Catuaí), e de Jundiaí/SP, ambas já em construção. Além destas e do Acre, os investimentos incluem, ainda, os estados de Santa Catarina, Bahia e Rondônia.

Estamos vivendo um momento de otimismo, que nos motiva a planejar 2017 com todo o vigor, retomando os investimentos que ficaram parados no último ano. Desde setembro percebemos uma reação nas vendas, com crescimento mais expressivo em outubro e expectativas muito positivas para o fim de ano, graças a essa onda de confiança que tem acompanhado a economia do País”, afirmou Luciano Hang.

A Havan comemorou 30 anos em 2016 e tinha a intenção de inaugurar a centésima filial como parte das comemorações. Porém, como a maioria das empresas brasileiras, preferiu manter a cautela quanto a novos investimentos, devido à desaceleração do consumo.

Concentrou-se na consolidação das unidades já instaladas, com foco em melhorias internas. A estratégia deu certo e a Havan prevê fechar 2016 com desempenho melhor do que em 2015. “Vamos crescer acima da média e isso nos impulsionará para fazermos de 2017 um excelente ano para a nossa empresa”, disse Hang.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.