Investigado, deputado retoma direção de rádio

Parlamentar é suspeito de ter usado dinheiro público na sua empresa e responde por telecomunicação clandestina (Foto: Facebook)
Parlamentar é suspeito de ter usado dinheiro público na sua empresa e responde por telecomunicação clandestina (Foto: Facebook)

 

Parlamentar ainda explica à Justiça patrocínio da Prefeitura para a sua própria emissora quando era secretário de Juraci e ao MPF por telecomunicação clandestina

 

O deputado estadual Lissauer Vieira voltou oficialmente à direção de sua emissora de rádio em Rio Verde.

O parlamentar responde ao Ministério Público (MP-GO) por suposto uso de verbas de publicidade da Prefeitura para a empresa de comunicação da família quando era secretário municipal do ex-prefeito Juraci Martins.

Um inquérito aberto pela  4ª Promotoria de Justiça de Rio Verde examina nada menos do que 14 contratos de propaganda da Prefeitura, firmados em 2013 e 2014, época em que Lissauer ocupou a secretaria municipal de Comunicação. (Clique aqui para ver a notícia no site do MP-GO)

No ano passado, o Ministério Público Federal (MPF) moveu ação pública contra Lissauer, desta vez por atividade de telecomunicação clandestina em uma rádio comunitária. (Clique aqui para ver a notícia no site do MPF)

A defesa alegou que os equipamentos não autorizados pela Anatel apreendidos na rádio ficavam desligados, mas a perícia técnica constatou o contrário.

A pena prevista para o crime é de dois a quatro anos de detenção e multa de R$ 10 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.