Laboratório segue recebendo amostras

Serviço é oferecido a todos os produtores, associados ou não (Crédito: SRRV)
Serviço é oferecido a todos os produtores, associados ou não (Crédito: SRRV)

Identificação dos primeiros focos de Ferrugem no MS deixou produtores goianos em estado de alerta

Em 17 dias de funcionamento, o laboratório de fitopatologia do Sindicato Rural de Rio Verde já recebeu aproximadamente 182 amostras foliares de soja. As folhas chegam de Rio Verde, Quirinópolis, Paraúna, Montividiu e Caiapônia.

Até o momento nenhum caso positivo de Ferrugem Asiática foi registrado para a doença em Goiás, mas a identificação dos primeiros focos no Mato Grosso do Sul deixou os produtores rurais em alerta.

O serviço, disponibilizado pelo SRRV em parceria com universidades, é gratuito e oferecido para todos os produtores, associados ou não da instituição.

O laboratório funciona na Casa do Produtor, no Parque de Exposições de Rio Verde, de segunda a sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.