Lissauer acusa governo de pagar R$ 1,5 milhão por pesquisas falsas

Segundo deputado, governo de Goiás está manipulando pesquisas para favorecer aliados
Segundo deputado, governo de Goiás está manipulando pesquisas para favorecer aliados

O candidato a prefeito pelo PSB, Lissauer Vieira, declarou que a pesquisa do Instituto Serpes que coloca o deputado federal Heuler Cruvinel (PSD) como líder de intenções de votos em Rio Verde faz parte de um complô do governo estadual para beneficiar seus aliados.

Segundo Lissauer – que pertence à base de Marconi Perillo (PSDB) na Assembleia e é apoiado pelo prefeito Juraci Martins (PPS) – o instituto está sendo beneficiado com R$ 1,5 milhão em contratos com o governo de Goiás para favorecer seus candidatos nas eleições municipais.

“Onde tem candidato do governo eles estão na frente. E onde eles não estão na frente, estão crescendo cada vez mais”, denunciou neste sábado (17) em um comício.

Lissauer figura em terceiro lugar no último levantamento do Serpes: 11,2% na estimulada e 5,2% de intenções de voto na espontânea. O advogado do Instituto de Pesquisas Serpes foi procurado pela reportagem, mas não retornou os contatos.

É a segunda vez em menos de uma semana que o grupo de Lissauer lança suspeitas sobre pesquisas envolvendo o deputado federal.

Candidato a vice na mesma chapa, Karlos Cabral (PDT) ironizou em uma entrevista o fato de Heuler aparecer na liderança em pesquisas feitas pela mesma empresa que recebeu R$ 107 mil para cuidar do marketing do parlamentar.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.