Lissauer: Secretária fez ‘tremenda sacanagem’ com o prefeito

Lissauer: "Ela colocou as pessoas da secretaria para trabalhar para Heuler"
Lissauer: "Ela colocou as pessoas da secretaria para trabalhar para Heuler"

Em entrevista no rádio, ex-candidato diz que Heuler fez ‘fofoca’ no governo e que foi perseguido por Jayme Rincón

Em sua primeira entrevista depois das eleições municipais, o deputado estadual e ex-candidato a prefeito de Rio Verde Lissauer Vieira (PPS) fez um desabafo ontem (24) na Rádio 96 FM da campanha eleitoral.

O ex-candidato da base de Juraci Martins acusou o deputado federal (e também ex-candidato a prefeito) Heuler Cruvinel (PSD) de ‘fazer fofoca’ junto ao secretariado do governador Marconi Perillo (PSDB) para minar a sua campanha.

“Fui perseguido por Jayme Rincón”, declarou. “Até hoje tenho problema com ele.” Além do presidente da Agetop (Agência Goiana de Transporte e Obras), ele disse que o cunhado de Marconi e secretário estadual Sérgio Cardoso também tentou prejudicá-lo.

Perguntado sobre o empenho do secretariado de Juraci na sua campanha, Lissauer criticou a atual secretária municipal de Educação, Diones Lopes (foto). “Ela colocou as pessoas da secretaria para trabalhar para o deputado federal.”

“Acho uma tremenda sacanagem. Não comigo, mas com o prefeito Juraci Martins.”

Sem mágoas

Lissauer Vieira ainda disse que, apesar dos conflitos na disputa eleitoral, não guarda mágoas de ninguém. Ele se colocou à disposição do prefeito eleito Paulo do Vale (PMDB) para fazer parcerias em prol de Rio Verde.

O parlamentar confirmou também que continua na base política de Marconi na Assembleia Legislativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.