Médico teve ascensão rápida e polêmica

(Foto: Facebook)
(Foto: Facebook)

Boom das cirurgias plásticas rendeu fama e processos em vários estados

Prodígio na escola e considerado um aluno acima da média pelos professores em Rio Verde, Jacsymon Fonseca Magalhães, 36, alcançou sucesso meteórico com as cirurgias plásticas em Goiás.

Na mesma medida em que aparecia em propagandas na mídia e postava uma vida de luxo nas redes sociais, o profissional passou a colecionar desde 2009 reprimendas públicas e sanções dos órgãos de fiscalização de medicina por não ser especializado em cirurgia estética. 

Praticando valores mais acessíveis, ele conseguiu expandir o negócio para outros seis estados e o DF em tempo recorde. Segundo divulgado recentemente pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS, em inglês), o Brasil só perde para os Estados Unidos em número de procedimentos e Goiás é o terceiro no ranking nacional.

Citado em julgamento do Conselho Federal de Medicina (CFM) por causar danos a pacientes, Jacsymon também responde processos de indenização na área cível. Em Goiás, Bahia, Tocantins e no DF, ele teve o nome censurado publicamente no Diário Oficial, mas conseguiu continuar operando com força de liminares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.