Obra orçada em R$ 17 milhões sofre corte de 80%

"Mini" anel: Prefeito alegou que vai economizar R$ 13 milhões em obra (Foto: Diário de Rio Verde)
"Mini" anel: Prefeito alegou que vai economizar R$ 13 milhões em obra (Foto: Diário de Rio Verde)

Prefeito prometeu concluir mini-anel viário com ‘economia’ de R$ 13 milhões

Mais de dois anos depois de anunciar a assinatura de um contrato no valor de R$ 17 milhões com a Caixa Econômica Federal para a pavimentação do contorno Norte de Rio Verde, com a construção de um mini anel viário, o prefeito Juraci Martins (PPS) declarou na semana passada que o município fará a obra com recursos próprios.

O mais surpreendente, todavia, é a promessa de reduzir o custo da obra em praticamente 80%. Em uma entrevista ao programa Patrulha 97 (Rádio Morada do Sol FM) na semana passada, Juraci afirmou que, ao invés de R$ 17 milhões, agora ela custará apenas R$ 4 milhões. O prefeito garantiu que – apesar da diminuição drástica de recursos para a construção – o anel viário terá “a mesma qualidade”.

Segundo o chefe do Executivo, o contrato com a CEF era um empréstimo para o município. “Meu grupo administrativo não quis fazer esse endividamento. Não vamos deixar dívidas”.

Indispensável para desafogar o trânsito de Rio Verde, principalmente de caminhões e veículos pesados dentro da cidade, a obra que ligará a BR 060 à rodovia GO 174 segue em ritmo lento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.