Vanderlan e Juraci: A ‘chefona’ e seus dois prefeitos

Juraci e Vanderlan: transferência do comando administrativo  (Foto: Internet)
Juraci e Vanderlan: transferência do comando administrativo (Foto: Internet)

Governos do ex-prefeito de Senador Canedo e do atual prefeito de Rio Verde têm algo em comum: a ‘super-secretária’ Lívia de Mattos

O ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PSB) e o atual prefeito de Rio Verde, Juraci Martins (PPS), possuem algo em comum.

Ambos transferiram o comando administrativo de suas gestões para a ‘super-secretária’ Lívia de Mattos.

Hoje secretária municipal de Administração de Juraci, ela exerceu o mesmo cargo na Prefeitura de Senador Canedo nos dois mandatos de Vanderlan.

Em 2010, quando Vanderlan renunciou ao cargo de prefeito para ser candidato a governador, ela deu as cartas na administração até o último ano do mandato. Hoje Vanderlan é candidato a prefeito de Goiânia com apoio do governador Marconi Perillo (PSDB).

Até então desconhecida em Rio Verde, ela assumiu a pasta em 2013 sendo duramente criticada por vereadores e outros secretários por ter se tornado, juntamente com a controladora-geral Débora Chiogna, a ‘chefona’ da Prefeitura.

Na época, o então secretário de Articulação Política, o vereador Elias Terra (PPS), pediu demissão alegando que o prefeito Juraci Martins passara a exercer uma função “meramente decorativa” na Prefeitura.

Convocação

Convocada pela Câmara Municipal para dar explicações sobre uma indenização de R$ 45 mil recebida da Prefeitura no mês passado, Lívia sequer respondeu o ofício enviado pelos vereadores.

Como secretária, ela pagou para ela mesma. Mesmo assim, acha que não precisa dar esclarecimentos”, reclamou a vereadora Lúcia Batista (PRP), que prometeu denunciar o pagamento de indenizações ‘especiais’ ao Ministério Público (MP-GO).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.