Vereadora deixa de receber salário de professora

luciabatista

 

Além de mais de R$ 10 mil do Legislativo, Lúcia Batista recebia salário de quase R$ 5 mil como professora da rede pública mesmo sem dar aulas. Regalia foi cortada

 

A vereadora Lúcia Batista (PRP) teve o salário de quase R$ 5 mil como professora da rede pública municipal suspenso e ainda pode responder processo administrativo por abandono de cargo.

Além do subsídio mensal de R$ 10.084,61 pago pela Câmara Municipal, ela recebia o salário de professora mesmo sem trabalhar em nenhuma escola da rede.

Com a justificativa de que a servidora estaria “emprestada” ao Legislativo, a regalia perdurou durante todo o governo Juraci Martins. Na sessão desta quarta (16), ela disse que estava licenciada.

Agora, tanto a Procuradoria Geral do Município como os advogados da Câmara Municipal questionam a legalidade da situação.

O entendimento é de que Lúcia até poderia receber o salário como professora mesmo ocupando mandato eletivo, mas desde que estivesse exercendo o magistério.

Como ela não se apresenta no local de trabalho há mais de 30 dias, os procuradores entendem que o cargo de professora foi abandonado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.