Segurança Pública vira moeda de troca eleitoral

De um jeito ou de outro, Sandes Jr não deve perder a boquinha em Brasília
De um jeito ou de outro, Sandes Jr não deve perder a boquinha em Brasília

Com o retorno de Heuler Cruvinel (PSD) à Câmara dos Deputados após um licenciamento para disputar as eleições em Rio Verde, o suplente e investigado na Lava Jato Sandes Júnior (PP) teve de desocupar a cadeira de deputado em Brasília.

Para a felicidade do pepista, a saída do vice-governador José Eliton (PSDB) da secretaria estadual de Segurança Pública deverá abrir caminho para sua volta ao Congresso Nacional mesmo sem ter sido eleito em 2014.

A permanência de Sandes Júnior em Brasília é um compromisso do governador Marconi Perillo (PSDB) com o PP para ter apoio da sigla nas eleições em 2018. Para isso, a estratégia é convidar os parlamentares federais a ocuparem cargos no governo e, assim, abrir vaga para Sandes.

Ao que tudo indica, o deputado federal Célio Silveira (PSDB) deverá aceitar a convocação para substituir José Eliton na Segurança Pública. Antes dele, a pasta havia sido oferecida ao deputado federal João Campos (também do PSDB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.