Tecnoshow discute a importância da mulher na empresa rural

Vinhas: "As mulheres já conquistaram seu espaço dentro da gestão da propriedade rural. O que necessitamos é que os gestores se preparem para administrarem essas empresas”
Vinhas: "As mulheres já conquistaram seu espaço dentro da gestão da propriedade rural. O que necessitamos é que os gestores se preparem para administrarem essas empresas”

Tema será ministrado por consultor da Safras & Cifras

O campo mudou. Os negócios rurais deixaram há tempos de serem conduzidos apenas por homens. “Cada vez mais vemos propriedades rurais administradas por mulheres e, certamente, isso continuará acontecendo com o passar dos anos”, enfatiza o agrônomo e consultor da Safras & Cifras José Ney Vinhas. Ele estará presente na TECNOSHOW COMIGO e ministrará no dia 4 de abril, das 11 às 12 horas, no auditório 2 do Centro Tecnológico COMIGO (CTC), em Rio Verde (GO), a palestra ‘A mulher como sucessora na empresa rural familiar’.

De acordo com José Ney Vinhas, o debate será importante porque pretende mostrar a mulher na empresa rural, seja como liderança no dia a dia ou no papel político dentro da família. “Quanto mais cedo discutirmos isso, mais mulheres terão oportunidade de se capacitar para se tornarem sucessoras na gestão das propriedades rurais. Precisamos de gestores capacitados para manter a competitividade e lucratividade das empresas rurais”, afirma.

Realidade
Segundo o palestrante, é notável o crescimento da participação das mulheres à frente dos negócios ou participando ativamente junto com o marido e/ou filhos. “As mulheres já conquistaram seu espaço dentro da gestão da propriedade rural. O que necessitamos é que os gestores se preparem para administrarem essas empresas”, relata.

Em relação ao preconceito contra mulheres no campo, o consultor informa que isso ocorre, especialmente, em regiões onde, historicamente, a mulher nunca se envolveu na gestão do negócio. “Mas mesmo nestas regiões, já notamos a busca por conhecimento e capacitação das mulheres para se colocarem à frente da gestão dos negócios. Na nossa opinião, em um curto espaço de tempo a quantidade de mulheres à frente das propriedades rurais como gestores será muito significativo. Todo o agronegócio ganhará com isso”, cita. Ele destaca ainda que existem muitos congressos, cursos, palestras e outras atividades exclusivas para mulheres produtoras rurais, o que revela a preocupação em atender a estas novas gestoras.

Mais
A TECNOSHOW COMIGO chega à 16ª edição, em 2017, consolidada como uma das principais feiras de tecnologia rural do Brasil, sendo a maior do Centro-Oeste. A perspectiva para este ano é alcançar ou superar o volume de negociações de 2016 – quando a feira registrou R$ 1,3 bilhão – e receber mais de 100 mil visitantes no período de 3 a 7 de abril, no Centro Tecnológico COMIGO (CTC), em Rio Verde (GO). A feira terá mais de 550 empresas como expositoras, marcando presença em uma área de 60 hectares. A feira começou, em 2002, quando a COMIGO deu início ao trabalho de geração e difusão de tecnologias agropecuárias, em Rio Verde, numa área que hoje ultrapassa 130 hectares (área total do CTC), onde a cooperativa promove experiências tecnológicas o ano todo, em parceria com diversas instituições de pesquisa, de ensino e outras empresas. (Ascom/Comigo)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.