Feira cresceu quase $ 1 bi em 2018

(Foto: Divulgação Comigo)

Volume de negócios atingiu mais de R$ 2,5 bi este ano, crescimento de 47% em relação a 2017

 
Otimismo foi a palavra de ordem durante a 17ª edição da TECNOSHOW
COMIGO, em Rio Verde.  A feira movimentou mais de R$ 2,5 bilhões em
volume de negócios no período de 9 a 13 de abril. O número é
recorde, se comparado às edições anteriores, já que em 2017 o volume
atingiu R$ 1,7 bilhão e em 2016, R$ 1,3 bilhão. Mais de 106 mil
pessoas visitaram o Centro Tecnológico COMIGO (CTC), que neste ano
contou com a presença de 550 expositores de diferentes segmentos. A
Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano
(COMIGO) já confirmou também a data da feira para 2019: será de 8 a
12 de abril, em Rio Verde.

Segundo o presidente da COMIGO, Antonio Chavaglia, em entrevista
coletiva nesta sexta-feira, 13, este foi um ano promissor em todos os
sentidos, tanto para os produtores rurais quanto para as empresas
presentes na feira. “Os números de 2018 foram bastante expressivos e
gratificantes, porque mostram o resultado do trabalho em equipe e a
importância da união de esforços em prol de viabilizar o
agronegócio. Pessoas de vários estados visitaram a feira e puderam
perceber a integração que existe entre produtores, a Cooperativa e o
público”, ressaltou. Chavaglia enfatiza ainda que houve desafios ao
longo do último ano, econômicos e políticos. “Mas nós, produtores
rurais, estamos acostumados a desafios e enxergamos 2018 com otimismo.
Apesar de tudo o que estava acontecendo no País, trabalhamos para
promover renda e sustentabilidade. Cada vez mais vamos continuar a
produzir alimentos”, destacou.

Durante os cinco dias da TECNOSHOW COMIGO, foram apresentadas
tecnologias e novidades em máquinas, veículos e equipamentos
agropecuários, insumos e resultados de pesquisas, além de
demonstrações e lançamentos de novas variedades de cultivares, plots
agrícolas em vários experimentos, apresentações, palestras com
especialistas renomados e dinâmicas de animais. Também foram
disponibilizadas linhas de crédito e financiamento voltados ao produtor
rural, por meio de instituições financeiras, e atividades diversas
pensadas para todos os envolvidos no agronegócio brasileiro.

IMPACTO ECONÔMICO
O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável de
Rio Verde, Denimarcio Borges, destacou a importância do evento para o
aquecimento do comércio local.  Segundo dados divulgados por ele, no
período da feira, a rede hoteleira no município e também das cidades
vizinhas atingiu 100% de ocupação, além do aumento de 40% no
movimento da BR-060, e crescimento de 6% de movimentação no maior
shopping de Rio Verde. “A feira tem um impacto muito importante no
comércio de Rio Verde e permite que muitas pessoas venham conhecer a
nossa cidade. O que é mais marcante para todos que eu tive a
oportunidade de conversar é a organização da feira e isso mostra a
capacidade do povo de Rio Verde, sobretudo da COMIGO, naquilo que é
capaz de fazer”, elogiou. O secretário finalizou ressaltando o
potencial do evento para atração de investimentos. “Nós usamos a
TECNOSHOW hoje como cartão de visitas e usamos isso como abertura de
portas das empresas para atrair novos investimentos para Rio Verde”,
afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.