Governo decide manter Rocha

Nota oficial defende permanência de tenente-coronel

A propósito da recomendação conjunta feita pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) e Ministério Público Federal (MPF) para que Ricardo Rocha seja destituído do Comando do Policiamento da Capital (CPC), a secretaria de Segurança Pública emitiu nota em defesa da permanência do tenente-coronel no posto.

O documento ressalta que Rocha jamais teve contra si qualquer condenação e anota que a presunção de inocência é um dos pilares dos direitos humanos e está disciplinada na Constituição. “Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.

A nota divulgada no mesmo dia pelo governo ressalta que, em 25 anos de atuação na PM, Rocha obteve medalhas de destaque operacional, além de honrarias concedidas pelo Poder Legislativo e títulos de cidadania em municípios onde atuou, como Rio Verde e Formosa.

O vice-governador e secretário de Segurança Pública, José Eliton, afirmou que não existe disposição jurídica que impossibilite Rocha de ocupar o CPC. O governo também divulgou Certidão Narrativa da 1ª Vara de Crimes Dolosos Contra Vida, em que o MP solicita arquivamento de processos na Justiça Estadual em que ele foi citado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.