Em áudio vazado pelo Whatsapp, Heuler chama Lissauer de “incompetente”

Deputado federal reclama que ainda precisa ajudar o ex-aliado a cumprir o papel de deputado estadual

A crise alarmante na segurança pública em Rio Verde – que nas últimas 48 horas registrou uma onda de assaltos, homicídios e fuga de 25 detentos da CPP – acirrou a briga entre o deputado federal Heuler Cruvinel (PSD) e o deputado estadual Lissauer Vieira (PSB), ambos pré-candidatos a prefeito da base do governador Marconi Perillo (PSDB).

Em um áudio vazado pelo aplicativo Whatsapp, Heuler chama o ex-aliado diversas vezes de “incompetente” e reclama que ainda precisa ajudar o parlamentar a cumprir as prerrogativas de deputado estadual. Procurada pela reportagem, a assessoria de Lissauer Vieira informou que não comentaria as declarações.

A assessoria de Heuler Cruvinel informou que o áudio foi vazado por um adversário em um grupo de discussão política no Whatsapp. Segundo a equipe do parlamentar, a fala foi uma resposta à cobrança de atuação de Heuler na segurança pública. “A indignação se deu porque a prerrogativa de cobrar ações do governo estadual na segurança pública, obviamente, é do deputado estadual”.

De acordo com o comunicado, o tom duro das declarações também se deve à percepção, por parte de Heuler, de que a atual administração municipal, que apoia a pré-candidatura de Lissauer Vieira, não deverá cumprir a promessa de criação de uma Guarda Municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.