Clínica de Rio Verde será indenizada por vídeo difamatório

Esposo de uma mulher que morreu de mal súbito terá que indenizar médicos por postagem na internet em que culpava o hospital pela morte

 

O marido de uma mulher que morreu de mal súbito, devido a um aneurisma cerebral, enquanto se recuperava de uma cirurgia de retirada de útero, terá de indenizar a Clínica e Maternidade Modelo, em Rio Verde.

Ele foi condenado a pagar R$ 5 mil para cada um dos médicos Ricardo Abou Rjeili, Itamar Carlos de Carvalho e Victor Reges Nunes Teixeira por danos morais.

O caso, que já foi julgado em duas instâncias na Justiça, considerando que não houve culpa ou dolo dos médicos. Os vídeos, que a Justiça entendeu como difamatórios, foram retirados da internet pelo autor após decisão liminar.

O juiz Rodrigo de Melo Brustolin, da 3ª Vara Cível de Rio Verde, também determinou que ele se abstenha de incluir novos vídeos semelhantes, sob pena de multa fixada em R$ 20 mil.

Clique aqui para ler a sentença na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.