Expedição encontra fósseis de dinossauro em Rio Verde

(Fotos: Anna Carolina Mendes/CeCom/UEG)

Pesquisa da UEG foi realizada em conjunto com pesquisadores da UFG e da University of Edinburgh, da Escócia. Paleontólogo norte-americano Stephen Brusatte participou dos trabalhos que resultaram na descoberta de fragmentos do Titanossauro, o “lagarto titânico”

Um grupo de docentes do curso de Ciências Biológicas da UEG – Campus Quirinópolis participou de uma expedição científica que encontrou fósseis de dinossauros nos municípios de Quirinópolis e Rio Verde. A pesquisa foi realizada em conjunto com pesquisadores da UFG e da University of Edinburgh, da Escócia e financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg).

Os professores Reile Ferreira Rossi, Raoni Ribeiro Guedes, Isa de Morais Resende e Wellington Hannibal fizeram parte das pesquisas que descobriram, entre outros, fragmentos de costela, dente e ossos de pata pertencentes à espécie titanossauro, que viveu no período Cretáceo superior, há aproximadamente 80 milhões de anos.

Os discentes Lucas Silveira Porto e Edmar Moreira também fizeram parte da expedição, que contou com o paleontólogo Stephen Brusatte, responsável por diversos trabalhos na área de paleontologia e evolução dos dinossauros.

Achados

“Estas descobertas nos permitem investigar, por meio da pesquisa, espécies cujos fósseis são raramente preservados em locais com a geologia como a de Goiás”, afirmou o professor Raoni Guedes.

Para o professor, o ineditismo da pesquisa reside no fato de que a rocha onde foram encontrados os fragmentos têm as mesmas características das rochas encontradas em Minas Gerais, onde foram realizadas outras descobertas arqueológicas, formação diferente da encontrada normalmente no estado de Goiás.

Os fragmentos de fósseis de dinossauro encontrados estão em fase de análise no laboratório do curso de Geologia da UFG, onde estão sendo realizados estudos de datação radiométrica, que possibilita que os pesquisadores determinem a idade dos fósseis e o período exato em que viveram. As descobertas representam os primeiros achados de fósseis de dinossauro no estado de Goiás.

Titanossauro

O Titanossauro(“lagarto titânico”) era um herbívoro quadrúpede que media 12 metros de comprimento, foi considerado um dos maiores dinossauros brasileiros e viveu no Brasil há cerca de 100 milhões de anos. 
Por ser herbívoro, ele não representava ameaça a outros animais. Devido a sua altura, o titanossauro se alimentava de folhas no alto das árvores. Chegava a viver até 100 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.