“Se Enel não solucionar, vamos pedir cancelamento contratual”, diz Chico

(Fotos: Câmara Municipal)

Deputado declarou que pode recorrer a medidas mais drásticas para resolver falhas na prestação do serviço

Membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a venda da Celg para a Enel, o deputado estadual Chico KGL (DEM) declarou ontem (20), em audiência pública realizada em Rio Verde, que pode pedir a rescisão unilateral do contrato de venda da estatal goiana para a empresa italiana. “Ou resolvem o problema ou vamos procurar uma saída mais drástica. Do jeito que está não dá para continuar”, enfatizou o parlamentar.

A audiência pública lotou o auditório da Câmara Municipal, com grande número de comerciantes, empresários, produtores rurais e representantes de entidades locais. Rio Verde é o polo da principal região agrícola do Estado e sede de muitas indústrias do agronegócio.

A plateia manifestou insatisfação com o fornecimento de energia na cidade e no campo. Produtores de leite, em especial, alegaram prejuízos frequentes e agravamento dos problemas depois da venda da Celg. O advogado da Enel, Lúcio Flávio, argumentou que a empresa tem feito os investimentos exigidos em contrato. Ele justificou que a empresa não pode “resolver os problemas de 20 anos de má gestão em dois anos de operação.”

“A Enel já investiu R$ 1,5 bilhão. Isto é três vezes mais do que o Estado investia”, concluiu Lúcio Flávio. A declaração do representante da Enel foi seguida de uma avalanche de críticas, a maioria dizendo que não via onde estavam sendo feitos os investimentos. Produtores de leite reclamaram que, devido às falhas constantes, até o o valor cobrado pelas seguradoras aumentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.