Enel diz que já investiu R$56 milhões só em Rio Verde

(Foto: Alex Malheiros)

Considerada a pior distribuidora do País no ano passado e cada vez mais pressionada, empresa intensifica ações de melhorias na rede elétrica de Rio Verde e afirma que investiu R$ 163 milhões na região desde 2017

Última colocada no ranking de qualidade das distribuidoras de energia do Brasil em 2018, a Enel Distribuição afirma que intensificou ações de melhorias na rede de Rio Verde e região. Segundo a empresa italiana, desde 2017 já foram investidos R$ 163 milhões na região de Rio Verde – dos quais R$ 56 aplicados somente no município, com foco na modernização e digitalização da rede e no incremento das ações de manutenção, além da aceleração de novas conexões rurais.

A Enel garante que os investimentos em digitalização incluem, por exemplo, a instalação de religadores automáticos, equipamentos que permitem identificar e corrigir, à distância, eventuais falhas na rede de distribuição, otimizando o tempo do serviço em casos de quedas de energia e reduzindo os impactos sentidos pelos clientes. Os aparelhos telecomandados instalados no município beneficiam cerca de 86 mil clientes diretamente.

Segundo a empresa, as ações de modernização do serviço na região incluem a substituição de cabos, postes e equipamentos no Dom Miguel, Maurício Arantes, Valdeci Pires, Céu Azul, Pauzanes e Vila Borges. A distribuidora está investindo na interligação dos circuitos elétricos que atendem os bairros Serpró, Canaã, Solar Ataíde e Green Park.

Para combater uma das principais causas de interrupção do fornecimento, a Enel intensificou a poda preventiva de árvores que estão em contato com a rede elétrica. “Desde 2017, já foram realizadas aproximadamente 10,4 mil podas em Rio Verde, sendo cerca de 1,3 mil somente este ano”, disse a empresa em comunicado à imprensa.

Cobrança

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi instalada na Assembleia Legislativa de Goiás para investigar a venda da Celg para a Enel no último governo de Marconi Perillo e a qualidade da prestação do serviço no Estado. Uma audiência pública foi realizada em Rio Verde no último dia 20 e lotou a Câmara Municipal de Rio Verde.

Na ocasião, o deputado Chico KGL (DEM) criticou a qualidade do fornecimento de energia em Rio Verde e região e afirmou que ninguém via onde estavam sendo feitos os investimentos da Enel. Membro da CPI, o parlamentar declarou que, caso o problema não fosse resolvido, iria brigar pela rescisão unilateral do contrato de venda da estatal goiana.

A audiência pública em Rio Verde contou com um grande número de comerciantes, empresários, produtores rurais e representantes de entidades locais. Rio Verde é o polo da principal região agrícola do Estado e sede de muitas indústrias do agronegócio.

Chico KGL: “Ou resolvem o problema ou vamos procurar uma saída mais drástica. Do jeito que está não dá para continuar”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.