Saneago/Odebrecht: Câmara dá sinal verde para quebra de contrato

(Foto: Arquivo/ Câmara Municipal de Rio Verde)

Vereadores derrubam veto e mantêm autorização para rompimento contratual com a empreiteira

Com 16 votos contrários e uma abstenção, a Câmara Municipal derrubou ontem (27) o veto total do prefeito Juraci Martins (PPS) ao PL 6.636/2016, que autoriza o município a romper o contrato de concessão da rede de esgoto firmado com a Saneago.

Além de Rio Verde, também integram o contrato de subdelegação para a Odebrecht Ambiental os municípios de Jataí, Aparecida de Goiânia e Trindade.

Os prefeitos eleitos dos quatro municípios devem se reunir em novembro para discutir o problema. Além de Paulo do Vale (PMDB) em Rio Verde, o prefeito eleito de Jataí, Vinícius Luz (PSDB), também já se manifestou a favor do rompimento com a empreiteira.

Autor do projeto que visa a quebra do contrato em Rio Verde, o vereador Iturival Nascimento (PROS) disse que a principal justificativa é a inércia da Odebrecht na execução do cronograma. “Não temos dúvida de que essa revogação é perfeitamente legal e viável.”

O acordo com a Odebrecht foi firmado há três anos, prevendo investimentos de R$ 1 bi na expansão do sistema em Rio Verde, Jataí, Aparecida de Goiânia e Trindade. Segundo a própria construtora, com metade do prazo transcorrido, só foram investidos R$ 212 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.