Déficits na Educação complicam Lissauer

(Foto: Facebook Rádio Líder FM)

Candidato de Juraci tem dificuldades para explicar 2.400 crianças sem creche e greve de professores

Candidato apadrinhado pelo prefeito Juraci Martins (PPS) para a sucessão no Executivo Municipal, o deputado estadual Lissauer Vieira (PSB) continua apresentando dificuldades para justificar as falhas e promessas não cumpridas da atual administração.

A última saia justa aconteceu na terça-feira (16), na Rádio Líder FM, que abriu com ele uma série de entrevistas com os quatro candidatos à Prefeitura de Rio Verde.

Lissauer demonstrou irritação quando foi questionado sobre a greve dos professores municipais no ano passado, e reclassificou o problema de “negociação com a classe”.

Segundo ele, os professores saíram “satisfeitos” com o parcelamento em quatro vezes do reajuste de 13,01% a que tinham direito, após quatro anos sem aumento. A contraproposta inicial da Prefeitura era de acréscimo de somente 6, 22%.

O episódio ficou marcado pelo protesto dos professores que lotaram a Câmara Municipal em fevereiro de 2015. Num gesto simbólico, os educadores viraram as costas no plenário para o então líder de governo, Manoel Pereira (PSDB).

‘Zagueiro’

Ex-secretário municipal de Comunicação no segundo mandato de Juraci, Lissauer tentou desempenhar novamente o papel de ‘zagueiro’ da administração em programas de rádio.

Lembrado de que a secretária municipal de Educação admitiu que pelo menos 2.400 crianças em Rio Verde não conseguiram vagas na pré-escola este ano, entrou em franca contradição.

Ele disse que Juraci irá concluir novas creches até o final do mandato, informação não confirmada pela própria secretária de Educação, Diones Lopes, no mesmo programa duas semanas antes.

Segundo ela, as creches inacabadas do Pró-Infância no município simplesmente não têm previsão de conclusão. O plano de governo de Juraci prometia até a construção de creches 24 horas para atender principalmente os trabalhadores das indústrias.

O deputado-candidato surpreendeu os ouvintes ao considerar que Rio Verde tem “poucos problemas com infraestrutura”. Por fim, apresentou a mirabolante proposta de reformar, simultaneamente, todas as 71 escolas municipais através de uma “mega licitação”.

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.