Condenado na Justiça cumpre agenda na Assembleia

(Foto: Carlos Costa/Alego)

Condenado em 2016 a mais de 8 anos de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e extorsão de comerciantes em terminais de ônibus em Goiânia, Sandro Jadir de Albuquerque responde, desde o ano passado, pela presidência da seccional de Goiás da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB).

O ex-assessor da diretoria administrativa da Metrobus (empresa pública que explora o Eixo Anhanguera) foi muito bem recebido pelo presidente da Assembleia, Lissauer Vieira (PSB), no último dia 28. Os dois postaram fotos em suas redes sociais e firmaram o compromisso de manter um canal aberto de comunicação.

Quando Sandro foi preso, em 2013, por cobrar até R$ 20 mil de comerciantes para a renovação de licenças de utilização de espaço nos terminais de ônibus, a Metrobus era presidida pelo ex-deputado Padre Ferreira. Ferreira foi recém-nomeado diretor administrativo da Alego por Lissauer.

Antes disso, em 2012, quando ainda era conhecido como “Pastor” Sandro Jadir, ele foi candidato a vereador em Rio Verde pelo PSDB, na época também presidido por Padre Ferreira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.