Bancada feminina encolhe na Câmara Municipal

(Foto: Câmara Municipal de Rio Verde)

Apenas 18% das vagas serão ocupadas por mulheres na próxima legislatura; partidos podem ter lançado candidaturas fictícias para burlar lei

A presença feminina na Câmara Municipal de Rio Verde, que já é pequena, ficará ainda menor a partir de 2017.

O número, que hoje é de quatro vereadoras, cairá para apenas três mulheres, o correspondente a 18% das 21 vagas.

Das atuais parlamentares, somente Lúcia Batista (PRP) foi reeleita, sendo a segunda mais votada no geral este ano, com 2.511 votos.

Náudia Faedo (PT) e Eliene Medeiros (PP) não tentaram a reeleição. A tucana Maria José, que concorreu ao cargo de vice-prefeita de Heuler Cruvinel (PSD), também ficará de fora.

As duas estreantes são Marussa Boldrin (PTN), que teve 1.275 votos, e a radialista Andresa Martins (PP), com 1.221 votos.

Muitas candidatas tiveram votações pífias e algumas não tiveram nenhum voto, um forte indício de que podem ter sido lançadas apenas para alcançar o percentual mínimo de 30% exigido pelo TSE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.