Caos da saúde em Goiânia afeta pacientes no interior

Fila para cirurgias de alta complexidade em Goiânia continua grande

O caos instalado na saúde pública em Goiânia está complicando a vida dos pacientes de cidades do interior que precisam de cirurgias.

Em Rio Verde, onde são atendidas 20 mil pessoas por mês na rede municipal, não é diferente.

O município turbinou o número de cirurgias de pequena e média complexidades, mas necessita da capital para os casos mais graves.

A maior demanda está concentrada na ortopedia, oftalmologia e pediatria.

LEIA TAMBÉM:

Firma que atrasou obra da UPA 2 é multada em quase R$200 mil

Número de atendimentos aumentou 400% na gestão Paulo do Vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.