Guardas Municipais são mais eficazes com armas de fogo do que desarmadas, diz estudo

(Foto: Washington Oliveira)

Efeito de colocar armas nas mãos de Guardas Municipais foi queda de até 63% na taxa de homicídios, dizem pesquisadores da FGV

Um estudo apresentado em dezembro no Rio de Janeiro pelos professores da Fundação Getúlio Vargas Paulo Arvate e André Portela mostrou uma queda acentuada na taxa de homicídios e agressões nas cidades que armaram suas Guardas Municipais na comparação com municípios que optaram por não utilizar armas de fogo.

O estudo, que foi lembrado pelo prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale, na entrega de 73 pistolas calibre 380 e cinco escopetas nesta segunda (29), foi apresentado no Encontro Brasileiro de Econometria. O trabalho revelou queda de 44% na taxa de homicídios por 100 mil habitantes.

Os estudiosos analisaram dados entre 2002 e 2012 para comparar cidades brasileiras com Guarda Municipal que adotaram armas com as que não o fizeram.

Clique aqui para ler matéria completa na Folha de S. Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.