Depois de 27 meses presos, policiais são inocentados

Policiais foram presos pela Força Nacional (foto) em 2014

Militares foram absolvidos da morte de traficante em 2012

Depois de quase 24 horas de julgamento, os policiais militares Roberto Caetano de Sousa, Rones Cruvinel de Melo e Nelson Balbino do Sacramento foram absolvidos ontem (16) pelo Tribunal do Júri em Rio Verde pela morte do traficante Thiago Martins Conceição em 2012.

Os três estavam presos desde abril de 2014, em operação especial da Força Nacional na cidade. O Ministério Público, que inicialmente pedira a condenação dos réus, observou a existência de dúvidas após a produção de provas apresentadas pela defesa dos militares.

Foram ouvidas 18 testemunhas e a defesa apresentou álibis demonstrando que, no dia do assassinato, os réus não estavam no local do crime. O julgamento foi marcado por manifestações de policiais e populares em prol dos policiais durante a audiência.

Com a decisão favorável aos réus, os soldados Rones Cruvinel de Melo e Nelson Balbino do Sacramento ganharam a liberdade. O cabo Roberto Caetano de Sousa, que responde a outro processo por homicídio, permanecerá preso enquanto aguarda o julgamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.