Justiça suspende propaganda de Heuler por dois dias

Após ignorar a multa de R$ 30 mil por pílula e R$ 100 mil por programa, Heuler tem propaganda suspensa pela Justiça

Decisão ocorre após candidato ignorar ordem judicial e multas de até R$ 100 mil por uso de recursos cinematográficos vedados por lei

 

A juíza da 30ª Zona Eleitoral Lídia de Assis e Souza Branco determinou nesta terça (13) a suspensão completa por dois dias de toda propaganda eleitoral na TV do candidato do PSD a prefeito de Rio Verde, o deputado federal Heuler Cruvinel.

O motivo é o descumprimento reiterado da decisão judicial que proibiu o candidato de continuar utilizando recursos tecnológicos na televisão que são vedados pela legislação eleitoral.

A coligação de Heuler ignorou a multa de R$ 30 mil por pílula e R$ 100 mil por programa imposto pela magistrada e continuou levando ao ar as produções com uso de mosaicos e efeitos especiais.

A proibição de recursos cinematográficos nas propagandas faz parte do pacote de mudanças da minirreforma eleitoral, que surgiram para evitar gastos milionários e garantir equilíbrio entre as campanhas de todos os candidatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.