Vereador galã é o novo presidente do Partido da Mulher

Com rosto de modelo de comercial de creme de barbear, Fábio Velozo é o primeiro presidente da sigla em Rio Verde

 Criado em 2008, mas com registro definitivo no TSE obtido somente no ano passado, o Partido da Mulher Brasileira prepara-se para estrear nas eleições municipais deste ano em todo o País. Embora seja presidida inicialmente por homens em muitos locais, a legenda se propõe a aumentar a representatividade da mulher nos legislativos a partir das cidades. Não é pouca coisa.

O responsável pela implantação do partido em Rio Verde é o vereador Fábio Velozo, cuja missão é pavimentar o caminho das mulheres para a Câmara Municipal e Prefeitura. “É um partido pequeno, de gente humilde, mas que tem 21 deputados federais e 1’25” de tempo de televisão”, aponta Fábio.

O parlamentar, que assumiu uma cadeira na Câmara de Rio Verde em junho de 2015, considera que o fato de ser chamado de “galã” pelos colegas não passa de brincadeira. Há alguns anos, Fábio chegou a ser pré-selecionado para uma edição do Big Brother Brasil, da Rede Globo. “A beleza pode até ajudar, mas acho que não é por aí.”

Segundo Fábio, as alianças para a eleição municipal ainda estão em aberto. Mas antecipa: “Não conseguimos alinhar nem com o PT e nem com Marconi.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.