Prefeitura já estourou em R$ 24 milhões gastos com pessoal

Prefeito busca reduzir influência de Heuler na administração e abrigar apoiadores de Lissauer

Despesa com funcionalismo de janeiro a abril foi de R$ 104 milhões

A Prefeitura de Rio Verde estourou em quase R$ 25 milhões a previsão de gastos com o funcionalismo nos quatro primeiros meses deste ano. Ao todo, foram gastos de janeiro a abril R$ 104.880.827, 03 com a folha, diante de um planejamento prévio de R$ 80.180.999, 02 no período.

Os dados foram apresentados ontem (31) em audiência pública. Considerado um instrumento de participação e controle popular dos atos da administração, o evento não teve divulgação prévia e foi realizado em um auditório praticamente vazio da Prefeitura. As informações também não foram disponibilizadas no site oficial até o momento.

A prestação de contas do 1° quadrimestre de 2016 demonstrou que, apesar da crise, o município teve um aumento significativo na arrecadação. Nesse período, entraram nos cofres municipais R$ 214.649.228,34. A receita prevista no orçamento até então era de R$ 204.394.72,18.

Uma das poucas testemunhas da prestação quase sigilosa das contas públicas foi a vereadora Lúcia Batista (PRP), que se disse preocupada com o aumento de gastos com pessoal no período pré-eleitoral. “A arrecadação continua excelente, mas metade está sendo gasto com folha e a cada dia se contrata mais assessores”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.