Agropecuária: Rio Verde é 1º em Goiás e 3º no País

Município manteve-se com a maior participação no total da produção agropecuária do Estado e terceiro colocado no ranking nacional

Pelo terceiro ano consecutivo, Rio Verde manteve-se com a maior participação no total da produção agropecuária do Estado (6,6%), destacando-se em 2016 como o maior produtor de soja, maior criador de suínos e aves de Goiás.

O município – que também se destaca na cana-de-açúcar, lavoura temporária, cultivo de cereais, silvicultura e extração vegetal, criação de aves, suínos e bovinos – firmou-se no cenário nacional como terceiro maior VA (Valor Adicionado) da Agropecuária do País.

Conforme os dados consolidados do PIB Municipal 2016, divulgados pelo Instituto Mauro Borges (IMB/Segplan) e IBGE, Rio Verde é o quarto colocado na geração de riquezas entre os 246 municípios goianos, atrás de Goiânia, Anápolis, e Aparecida de Goiânia.

Rio Verde obteve a sexta posição no ranking de participação na indústria goiana, com 4,6%. Com um VA da indústria de R$ 1,7 bilhão em 2016, o município mostra forte encadeamento da agropecuária com a indústria de transformação, com destaque para a indústria de alimentos.

Contexto nacional

O estudo mostra que Goiás continua ocupando a 9ª posição no ranking nacional. Devido principalmente à retração industrial, a economia goiana recuou 3,5% em 2016.

O setor industrial retrocedeu 4,5% e o setor de serviços, 3,1%. A agropecuária, no entanto, cresceu 0,4% por conta da soja.

Além de Rio Verde, Jataí e Cristalina aparecem entre os dez maiores municípios na agropecuária brasileira.

Clique aqui para ler na íntegra a Apresentação do Produto Interno Bruto dos Municípios Goianos – 2016

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Aviso legal: Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo apresentado neste site é protegido pelas leis de proteção aos direitos autorais e outros.